tamanho de fonte:
Pesquisa básica



Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/PR)

 

Gênero: um olhar estruturalista

A formulação mais usual de gênero, qual seja  a distinção entre o plano  dos atributos culturais alocados a cada um dos sexos em contraste com a dimensão anátomo-fisiológica dos seres humanos. está sob cerrado ataque.  A definição, que tinha oferecido uma espécie de conforto temporário contra o atavismo biológico que se insinuava sob a terminologia dos papéis sexuais, parece agora titubear diante das muitas críticas. Em particular aquelas que se perguntam se o próprio termo sexo, sobre o qual um dos seus pólos se apoia, fornece algum tipo de auto-evidência (cf. Butler, 1990) que permita contrastá-lo ao gênero  A voga pós -moderna  deconstrutivista vem insistindo que as grandes meta-teorias, que almejam explicações mais gerais acerca do mundo, são inadequadas e incapazes de dar conta da variabilidade e da instabilidade das definições, estampadas no sentido precário da identidade num mundo multifacetado e veloz...

Informações de Categorização

Assunto(s): Corpo; Diferença entre sexos; Gênero; Relações de gênero;
Autor(es):

  • Heilborn, Maria Luiza...et al()
Editora: Ed. Mulheres;
Local: Santa Catarina (SC)
Tipo de Publicação: Capítulo;

Informações da Publicação

Código/ISBN/ISSN: 8586501050
Ano da Publicação: 1998
Colação: p.43-55
Notas:

in PEDRO, Joana Maria; GROSSI, Miriam Pilar (Org.). Masculino, Feminino, Plural. Florianópolis: Ed. Mulheres, 1998. p. 43-55.
Acesso em: 03 jul. 2007


Informações Adicionais

Arquivo Anexado: 106_439_generoumolharestruturalista.pdf

IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599