tamanho de fonte:
Pesquisa básica



Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/PR)

 

Questões de sexualidade masculina na atenção primária à saúde: gênero e medicalização

Este artigo apresenta pesquisa etnográfica a respeito da abordagem da sexualidade masculina em dois serviços de atenção primária à saúde em Natal/Rio Grande do Norte, Brasil. Seu objetivo é compreender como a sexualidade dos homens usuários dos serviços se apresenta no contexto da assistência, e como as demandas que se configuram nesse âmbito são abordadas. Em entrevistas com usuários e observações do cotidiano dos serviços, destacam-se, como principais problemas: as infecções sexualmente transmissíveis, a prevenção de câncer de próstata e os problemas relativos à ereção. Observa-se uma abordagem profissional superficial, abreviada e ancorada no parâmetro da medicalização. Embora alguns usuários incorporem o discurso médico e se sujeitem à medicalização, é possível identificar sinais de resistência. Discute-se como as insígnias de gênero podem, para além de marcar barreiras na assistência à saúde, provocar a construção de relações dialógicas entre profissionais e usuários homens. (AU)

Informações de Categorização

Assunto(s): Atenção primária a saúde; Masculinidade; Medicalização; Sexualidade;
Autor(es):

  • Couto, Marcia Thereza()
  • Philipp, Rita Radl()
  • Pinheiro, Thiago Felix()
  • Silva, Georgia Sibele Nogueira da()
Editora: UNESP;
Local: São Paulo (SP)
Tipo de Publicação: Artigo de periódico;

Informações da Publicação

Link/URL: http://www.scielo.br/pdf/icse/v15n38/18.pdf
Código/ISBN/ISSN: 1414-3283
Ano da Publicação: 2011
Nome do Periódico: Interface (Botucatu)
Número do Periódico: 38
Volume: 15
Colação: p.845-858
Notas:

Disponível no site do SCIELO - http://www.scielo.br
Acesso em: 30 nov. 2011


Informações Adicionais

IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599