tamanho de fonte:
Pesquisa básica



Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/PR)

 

Desigualdade racial de saúde e contexto de classe no Brasil

A sociedade brasileira é profundamente atravessada por desigualdades duráveis geradas por fatores ou princípios que ordenam a vida social. Estas divisões sociais representam formas estruturadas de controle de recursos e de interação social que estabelecem assimetrias de poder social e de oportunidades de vida (Payne, 2000). As divisões raciais como são conhecidas hoje emergiram comoumproduto histórico da expansão da sociedade capitalista moderna. Marcante princípio de organização social, o status racial atribuído aos grupos sociais, entre outras consequências importantes, influencia a distribuição assimétrica da saúde, do adoecimento e do risco fatal. As desigualdades raciais em saúde, no entanto, têm sido pouco estudadas no país (Chor e Lima, 2005). Este trabalho investiga os padrões sociais, as mediações socioeconômicas
e as relações condicionais que caracterizam as discrepâncias
raciais de saúde no Brasil (AU)

Informações de Categorização

Assunto(s): Brasil; Classes sociais; Desigualdades raciais; Saúde;
Autor(es):

  • Santos, José ALcides Figueiredo()
Editora: IUPERJ;
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Tipo de Publicação: Artigo de periódico;

Informações da Publicação

Link/URL: http://www.scielo.br/pdf/dados/v54n1/01.pdf
Código/ISBN/ISSN: 0011-5258
Ano da Publicação: 2011
Nome do Periódico: Dados
Número do Periódico: 1
Volume: 54
Colação: p.05-40
Notas:

Disponível no site do SCIELO - http://www.scielo.br
Acesso em: 16 fev. 2012


Informações Adicionais

IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599