tamanho de fonte:
Pesquisa básica



Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/PR)

 

Representações de profissionais da saúde sobre famílias de crianças e adolescentes vítimas de violência.

OBJETIVOS: analisar as representações de profissionais da saúde sobre famílias de crianças e adolescentes vítimas de violência, atendidas em um serviço de referência da rede pública de saúde do Recife, Pernambuco, Brasil. MÉTODOS: foram aplicadas dez entrevistas semiestruturadas a psicólogos, trabalhadores e educadores sociais. Também foi realizada observação participante de forma suplementar às entrevistas. O material foi submetido à técnica de análise de conteúdo, modalidade temática. RESULTADOS: os profissionais reconheceram a necessidade de trabalhar o grupo familiar nas diversas formas de intervenção, destacando o sofrimento inicial das famílias provocado pelo fato de terem que aceitar uma intromissão do poder público. Observou-se certa polarização nas representações sobre famílias com dinâmica de violência sexual com relação às outras formas de violência. Destaca-se a utilização da categoria "evasão" para denominar a desistência das famílias ao tratamento oferecido, bem como a representação de "famílias irresponsáveis" entre aquelas que não conseguem concluir o tratamento.(AU)

Informações de Categorização

Assunto(s): Crianças; Serviços de saúde; Violência contra o menor; Violência doméstica;
Autor(es):

  • Sauret, Gerard Viader()
Editora: IMIP;
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Tipo de Publicação: Artigo de periódico;

Informações da Publicação

Link/URL: http://www.scielo.br/pdf/rbsmi/v11n3/a07v11n3.pdf
Código/ISBN/ISSN: 1519-3829
Ano da Publicação: 2011
Nome do Periódico: Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil
Número do Periódico: 3
Volume: 11
Colação: p.265-273
Notas:

Disponível no site do SCIELO - http://www.scielo.br
Acesso em: 21 maio 2012


Informações Adicionais

IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599