tamanho de fonte:
Pesquisa básica



Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/PR)

 

Envelhecimento populacional, cuidado e cidadania: velhos dilemas e novos desafios

O Brasil é um país que envelhece a passos largos. Em 2011, a população idosa era de 20,5 milhões, o equivalente a 10,8% da população total. Projeções indicam que, em 2020, a população idosa brasileira será de 30,9 milhões, representando 14% da população total. Esse envelhecimento acelerado vem produzindo necessidades e demandas sociais que requerem respostas políticas adequadas do estado e da sociedade. Dentre os inúmeros desafios a serem enfrentados está a questão do cuidado. As políticas públicas de amparo aos/às idosos/as consideram a família, o estado e a sociedade igualmente responsáveis pelo cuidado. Na prática, o mesmo tem sido visto como uma questão privada e não pública, cabendo, sobretudo, à família, materializada na figura da mulher, a tarefa de cuidar dos/as idosos/as. Este trabalho tem por objetivo, mostrar o quão inadequado é esse modelo que elege as mulheres como únicas responsáveis pelo cuidado e explora as possibilidades de um modelo que permita um envelhecimento com cidadania, no qual atuem família, estado e outros atores da sociedade (AU)

Informações de Categorização

Assunto(s): Cidadania; Cuidados integrais em Saúde; Envelhecimento; Idosos;
Autor(es):

  • Kuchemann, Berlindes Astrid()
Editora: UnB;
Local: Outro (ND)
Tipo de Publicação: Artigo de periódico;

Informações da Publicação

Link/URL: http://www.scielo.br/pdf/se/v27n1/09.pdf
Código/ISBN/ISSN: 0102-6992
Ano da Publicação: 2012
Nome do Periódico: Sociedade e Estado
Número do Periódico: 1
Volume: 27
Colação: p.165-180
Notas:

Disponível no site do SCIELO - http://www.scielo.br
Acesso em: 19 jul. 2012


Informações Adicionais

Arquivo Anexado: 1460_1531_envelhecimentokuchemann.pdf

IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599