tamanho de fonte:
Pesquisa básica



Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM/PR)

 

A História da África nos bancos escolares: representações e imprecisões na literatura didática

A aprovação da lei 10639/03, que tornou obrigatôrio o ensino da Histôria da África e dos afrodescendentes, gerou nos meios escolares e acadêmicos algumas inquietações e muitas dúvidas. Como ensinar o que não se conhece? Para além das interrogações, a lei revela algo que os especialistas em Histôria da África vêm alertando há certo tempo: "esquecemos" de estudar o Continente africano. A partir dessas constatações, o presente artigo tem como objetivo maior analisar a forma como a Histôria da África e os africanos foram representados em um dos poucos livros didáticos de Histôria elaborados no país que abordam a África com um capítulo específico. As muitas críticas e curtos elogios devem ser entendidos não como desconsideração ao trabalho do autor, mas como um alerta: devemos voltar nossos olhares para a África, pela sua relevância incontestável como palco das ações humanas e pelas profundas relações que guardamos com aquele Continente por meio do mundo chamado Atlântico. (AU)

Informações de Categorização

Assunto(s): Ensino; História; Representações sociais; África;
Autor(es):

  • Oliva, Anderson Ribeiro()
Editora: UCAM;
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Tipo de Publicação: Periódico;

Informações da Publicação

Link/URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-546X2003000300003&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
Código/ISBN/ISSN: 0101-546X
Ano da Publicação: 2003
Nome do Periódico: Estudos Afro-Asiáticos
Número do Periódico: 3
Volume: 25
Colação: p.421-461
Notas:

Disponível no site do SCIELO - http://www.scielo.br. Acesso em: 06 Abr. 2010


Informações Adicionais

IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599