CLAM - Principal  

TAGs

Traduzir

EM DESTAQUE | notícias CLAM
 
Brasil

Acima do peso

A dissertação “Anorexia? Não, olha seu tamanho”. Anorexia nervosa “atípica” em mulheres gordas, de Beatriz Klimeck (CLAM/IMS/UERJ), buscou refletir sobre que é considerado atipicidade na anorexia nervosa, especialmente os casos entendidos como atípicos pelo peso corporal. Nas imagens que circulam entre diferentes veículos de mídia e alimentam o imaginário social, o corpo anoréxico é feminino, branco, jovem e extremamente emagrecido; tem costelas ressaltadas e o corpo esguio. Essa percepção acaba inferindo erroneamente sobre o reconhecimento da presença e da gravidade do transtorno alimentar: pessoas podem ser naturalmente magras sem dietas e pessoas consideradas “acima do peso” podem desenvolver relações conturbadas de restrição alimentar. Foram realizadas entrevistas com mulheres autodenominadas gordas e profissionais de saúde, a fim de compreender a experiência da anorexia nervosa em pessoas que não se encaixam no critério diagnóstico de “peso corporal significativamente baixo”, levando-nos a pensar sobre as fronteiras entre típico e atípico, entre peso normal e anormal, entre saudável e doente.
 
Os Colóquios em Gênero, Sexualidade e Política, promovidos pelo Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/IMS/UERJ) e pelo Laboratório Integrado em Diversidade Sexual e de Gênero, Políticas e Direitos (LIDIS/UERJ), congregam estudantes, pesquisadores/as e profissionais interessados/as nas temáticas de gênero e sexualidade para compor um espaço de formação e de informação baseado em projetos acadêmicos que circunscrevem a atuação desses dois coletivos.
 
Continuamos com a realização dos colóquios via remota.
 
Sexta-feira, dia 11/12, às 11h
 
 

Publicada em: 02/12/2020



IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil