CLAM - Principal  

TAGs

Traducir

DESTACADOS | en los medios
 
Brasil

Sexo não é luxo

A canadense Françoise Girard é um pesadelo para qualquer conservador de carteirinha. Advogada de direitos humanos, radicada há uma década em Manhattan, ela trabalha há seis anos na Coalizão Internacional de Saúde da Mulher. A entidade promove discussões sobre temas como a sexualidade feminina, o aborto, o planejamento familiar e a saúde sexual na adolescência.

Françoise liderou durante oito meses uma pesquisa que resultou em um documento de deixar puritanos – e republicanos – de cabelo em pé. Intitulado “Implicações Globais das Políticas Domésticas e Internacionais dos Estados Unidos sobre a Sexualidade”, o documento, lançado em junho em Porto Rico, acaba de ser traduzido para o português e terá seu lançamento brasileiro nesta segunda-feira, dia 10, às 19h, no Plaza Hotel, em Copacabana, no Rio de Janeiro. Françoise, que estará presente, passará uma semana no Rio reunindo-se com profissionais da área. Casada, mas sem filhos, ela considera a sexualidade feminina e a reprodução humana as questões mais difíceis de se abordar no cenário da política internacional. “Este assunto é sempre marginalizado ou tratado como luxo”, disse ela à repórter do NoMínimo em sua casa, em Nova York. “Tratar com cuidado da maneira como vivemos, como nos reproduzimos, como planejamos nossas famílias ou como evitamos a violência doméstica deveria ser prioritário em qualquer agenda política. Isso não é luxo.”

Leia mais

Publicada em: 10/01/2005

volver




IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599