CLAM - Principal  

TAGs

Traducir

DESTACADOS | en los medios
 
Brasil

Jobim é contra aborto sem BO

O Ministério da Saúde decidiu autorizar o aborto no Sistema Único de Saúde (SUS) em mulheres vítimas de estupro, mesmo que elas não tenham o boletim de ocorrência feito pela polícia para comprovar a violência. A decisão faz parte da nova política de direitos sexuais e reprodutivos que será lançada este mês pelo governo federal. Já criou polêmica e sua validade jurídica foi contestada ontem pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Nelson Jobim. 'Esse é um problema de saúde pública. Problemas decorrentes de abortos são a quarta maior causa de mortalidade materna no País', disse a diretora de ações estratégicas do ministério, Teresa Campos. A norma, segundo a diretora, pretende facilitar o acesso das mulheres que sofrem violência sexual e humanizar o atendimento nos hospitais. 'A exigência do BO dificulta o atendimento e atrasa o tratamento. Vamos orientar as mulheres a fazerem o registro, mas não obrigálas', disse.

Leia mais

Publicada em: 11/03/2005

volver




IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599