CLAM - Principal  
DESTACADOS | en los medios
03/02/2009 - – Página 12 – Buenos Aires
Publicada em: 03/02/2009

Una intervención ante las demoras


El caso de aborto no punible que sigue sin resolverse en Santiago del Estero. La chica tiene 22 años y una edad mental de 2. Fue violada y ahora su familia reclama la interrupción del embarazo. El hospital local demora la práctica. El Ministerio de Salud nacional ofreció hacer la intervención en Buenos Aires.
   
03/02/2009 - – El Tiempo - Colombia
Publicada em: 03/02/2009

Adopción y matrimonio, las batallas jurídicas pendientes para los gays en Colombia


Tras el fallo de la Corte Constitucional que amplió derechos civiles, políticos y sociales a homosexuales, Colombia entró al grupo de países que reconocen plenas garantías a uniones del mismo sexo.

De ese reservado club de estados hacen parte España, Bélgica, Canadá, Noruega y Holanda, entre otros.

Desde hace dos años, la Corte les dio derechos pensionales y económicos a las parejas homosexuales. Y esta semana amplió ese catálogo a campos tan variados como el régimen especial de los miembros de la Fuerza Pública y la garantía de no incriminar penalmente al cónyuge o compañero permanente.

   
03/02/2009 - – NotieSe – México, DF
Publicada em: 03/02/2009

CEDH de Morelos desconoce inconstitucionalidad de la reforma contra el aborto


Después de que miembros de organizaciones de la sociedad civil de Morelos solicitaron a la Comisión Estatal de Derechos Humanos (CEDH) la impugnación de la reforma al artículo 2 de la Constitución Política de la entidad -que reconoce la protección jurídica del individuo desde el momento de la concepción-, “aún no se establecen suficientes argumentos jurídicos y juicios de valor para interponer la acción de inconstitucionalidad de mérito”, dijo el organismo público en un comunicado.
   
02/02/2009 - -CCR - Brasil
Publicada em: 02/02/2009

Aborto: A realidade dos consultórios


Enquanto as questões éticas, religiosas e científicas ficam sem resposta, mais médicos brasileiros optam por ajudar suas pacientes decididas a interromper uma gravidez indesejada.
   
02/02/2009 - - Folha de São Paulo - Brasil
Publicada em: 02/02/2009

Terrorismo sexual


Quem é a favor do ensino religioso? Mesmo quem concorda com o ensino religioso discorda do conteúdo: ensinar o quê? Deus, orixás, gnomos, homens-bomba? Outros são contra: religião não é assunto do Estado e da escola, é assunto da vida privada e familiar -guardem esse argumento na memória porque voltarei a ele. Não vou discutir o ensino religioso, mas sim outra questão que me chama a atenção: a educação sexual nas escolas. Digo logo: sou contra. E mais: acho que sexo é assunto da vida privada e familiar (usei o mesmo argumento dos contra o ensino religioso, como havia prometido, lembram?) e nenhuma escola ou pedagoga maníaca por sexo deveria entrar nas cabeças das crianças com suas fantasias travestidas de teorias.

Aliás, quem são os teóricos de confiança? Quem descobriu o sexo correto? Normalmente, o sexo correto é aquele que a pedagoga maníaca por sexo acha que seja correto, e nada mais. Tapinha pode? Claro, no futuro, talvez revoguem a lei contra pedofilia em nome dos avanços contra os preconceitos, e a pedofilia também venha a ser correta. Uma última lei qualquer decidirá que as crianças serão obrigadas a fazer prova sobre como é bonita a pedofilia? Como ninguém faz uma daquelas campanhas diárias de repúdio à educação sexual nas escolas? Claro que hoje é mais normal num jantar inteligente você contar sua vida sexual com seu pastor alemão do que confessar em lágrimas que acredita em Deus, mas, mesmo assim, como não ver que a educação sexual nas escolas é ridícula? Ensina-se o quê? Posições? Gemidos? Aparelhos engraçadinhos? Que tal se meninos e meninas aprendessem a colocar camisinha com a boca?

   
02/02/2009 - - Jornal do Brasil - Brasil
Publicada em: 02/02/2009

Polêmica sobre aborto reacendida por Obama gera debate no Brasil


BRASÍLIA - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, acabou com a proibição imposta pelo seu antecessor, George W. Bush, de enviar fundos por agências federais a grupos internacionais de planejamento familiar com atuação ligada ao aborto. A decisão não permitirá a prática direta do aborto, mas clínicas e organizações não-governamentais de serviços familiares que praticam aconselhamento sobre o assunto voltarão a receber a verba. Enquanto os EUA iscutem a questão além das fronteiras, no Brasil, o debate sobre o tema custa a avançar por causa da forte pressão de movimentos religiosos.
   
02/02/2009 - - Estadão - Brasil
Publicada em: 02/02/2009

Presidente terá pauta trancada na Câmara


O vencedor da eleição de hoje na Câmara encontrará, na sessão da próxima quarta-feira, a pauta trancada por uma medida provisória, que terá que ser votada antes de qualquer outra matéria. É a MP que autoriza o Banco do Brasil (BB) e a Caixa Econômica Federal (CEF) a comprarem ações de instituições financeiras.

   
02/02/2009 - - Mix Brasil - Brasil
Publicada em: 02/02/2009

Colômbia: Aprovadas medidas que beneficiam casais Gays


Um pacote de medidas foi liberado pela Corte Constitucional em Bogotá, Colômbia, favorecendo casais homossexuais. A partir desta quinta, 29, o parceiro de militares gays poderão requerer na Justiça o direito à pensão em caso de morte. Até então o benefício era concedido apensa para casais héteros. Também faz parte do pacote de medidas, o total comunhão de bens entre os parceiros.

Para ter o mesmo direito que os héteros, os casais do mesmo sexo só deverão comprovar que vivem um relacionamento estável há mais de dois anos.

   
02/02/2009 - - Estadão - Brasil
Publicada em: 02/02/2009

Obama assina lei de igualdade salarial entre homens e mulheres


WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou nesta quinta-feira, 29, sua primeira lei desde que assumiu o cargo, a de Igualdade Salarial, em um ato emocionante do qual participou Lilly Ledbetter, a trabalhadora que, com sua denúncia, provocou a mudança da legislação nacional. Obama assinou a medida, que carrega o nome da trabalhadora, em frente às câmeras de televisão, ao vivo, e acompanhado do vice-presidente, Joseph Biden, da secretária de Estado, Hillary Clinton, e da própria Ledbetter, que se emocionou ao receber os aplausos dos presentes.
   
30/01/2009 - - A Capa - Brasil
Publicada em: 30/01/2009

Proibir gays de doarem sangue é inadmissível, diz deputada Sueli Vidigal


A polêmica está lançada. A deputada Sueli Vidigal (PDT-ES) acaba de lançar Projeto de Lei que, se aprovado, irá proibir os bancos de sangue a perguntarem a orientação sexual do doador. Tal medida contraria a portaria da ANVISA que não permite HSH (Homens que fazem sexo com homens) e homossexuais que tenham tido relações sexuais recentes a doarem sangue no período de um ano.
   
Página 347 de 546
IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599