CLAM - Principal  

TAGs

Traducir

DESTACADOS | noticias CLAM
 
Brasil

Rede Feminista aposta em blog como espaço político

As eleições presidenciais de 1 de outubro têm sido o tema principal dos debates levantados pelo recém-lançado blog da Rede Feminista de Saúde, embora o espaço virtual tenha sido criado para permanecer no ar após o período eleitoral. “A idéia é dar ênfase à saúde da mulher e aos direitos sexuais e reprodutivos, temas tratados pela Rede”, afirma a médica Fátima Oliveira, secretária-executiva da organização feminista.

O blog da Rede entrou no ar após a reformulação do website da instituição e vai funcionar até setembro em caráter experimental. “Achamos que o blog é uma forma mais ágil e dinâmica de comunicação e, através dele, poderemos ter o pulso do que pensa nossas filiadas sobre os mais diversos assuntos. Tem sido muito interessante ver como as pessoas analisam questões, como o aborto, por exemplo”, diz Fátima. “Além disso, elas opinam sobre o papel da Rede e isto é norteador para nós. Este será, acima de tudo, um instrumento para fazer política e útil para a sistematização de idéias”.

O blog publicará artigos e editoriais do RedeFax para comentários, cuja moderação será operacionalizada pela Área de Comunicação da RFS, sob responsabilidade da Secretaria Executiva. A coordenação do projeto informa que qualquer pessoa poderá postar comentários, os quais serão liberados pela moderação. “Desde que não sejam anônimos nem contenham ofensas pessoais ou institucionais de caráter calunioso, sexista, machista, homofóbico, racista, manifestações de intolerância religiosa, ou de qualquer outra ordem que atente contra a cidadania e a dignidade humana”, observa Fátima.

Sendo a Rede Feminista uma organização que defende questões como a descriminalização do aborto, a médica compreende que no novo espaço virtual possam ser expressas opiniões contrárias. “No primeiro dia recebemos mais mensagens dos grupos pró-vida do que das feministas. Infelizmente, boa parte dessas mensagens eram ofensivas. Não temos dúvida de que os e-mails contrários ajudam o debate, mas a moderação vai decidir quais colocar no ar”, explica.

Segundo a coordenação do projeto, o objetivo da Rede Feminista de Saúde, ao se estabelecer na “blogosfera”, é oferecer às suas filiadas a possibilidade de uma comunidade virtual sem fronteiras que, se bem aproveitada, poderá dar contribuições de vulto para que o Colegiado da Rede possa ter mais segurança na formulação e na execução de sua política. Fátima destaca o papel político da iniciativa. “Os blogs são ferramentas poderosas de ação na medida em que são tribunas que devem estar a serviço do debate de idéias”, conclui

Publicada em: 18/07/2006

volver




IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599