CLAM - Principal  

TAGs

Traduzir

PUBLICAÇÕES & PESQUISAS | livros
 
Brasil

Sexualidade e saberes: convenções e fronteiras

A coletânea “Sexualidades e saberes: convenções e fronteiras”, que o Centro Latino Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/UERJ) e a Editora Garamond acabam de lançar, discute as negociações em torno da “normalização” de práticas sexuais, que foram objeto de intensa rejeição no passado. O livro mostra como tais negociações articulam-se ao aparecimento de novas fronteiras e convenções sociais com a criminalização de outras práticas, como a violência sexual e a pedofilia. Qual o impacto dessas convenções na medicina, na psiquiatria, na psicanálise, nas ciências sociais e na mídia? Como as ciências humanas lêem as convenções que compõem essa normalização e a criminalização de práticas que, embora envolvam questões relativas ao direito da livre expressão da sexualidade, provocam reações violentas, sugerindo até a possibilidade de estarmos frente a uma nova onda de pânico sexual? Os textos que integram o livro oferecem elementos para responder essas questões. A coletânea, organizada pelos antropólogos Adriana Piscitelli, Maria Filomena Gregori e Sergio Carrara, é resultado do Seminário de mesmo nome, realizado em junho de 2003 pelo CLAM/UERJ e pelo Núcleo de Estudos de Gênero PAGU, da Universidade Federal de Campinas. A maior parte dos textos publicados foram apresentados e debatidos no Seminário. A obra, parte da coleção Sexualidade, Gênero e Sociedade, encontra-se dentro de uma perspectiva de ação mais ampla do CLAM, que é agregar e sistematizar informações em torno de diferentes temáticas no campo dos direitos sexuais, fornecendo subsídios para uma reflexão sobre as relações entre sexualidade e direitos humanos, além de colaborar na formulação de políticas públicas neste âmbito.

Publicada em: 17/11/2005

voltar




IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599