CLAM - Principal  

TAGs

Traduzir

EM DESTAQUE | notícias CLAM
 
Brasil

Curso inicia fase presencial

Curso de Educação a Distância inicia fase presencial

A fase presencial do curso de educação a distância Gênero e Diversidade na Escola teve início em Porto Velho, capital de Rondônia, no dia 11 de maio, com a presença do prefeito da cidade, Roberto Sobrinho, e de representantes das secretarias municipal e estadual de educação. Representantes das instituições promotoras – Ministério da Educação, Secretaria Especial de Políticas para Mulheres (SPM), Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), Centro Latino-Americano em Sexualidade e Diretos Humanos (CLAM/IMS/UERJ) e Conselho Britânico - também participaram do evento. No município, localizado ao norte do país, foram selecionados 280 professores entre 340 inscritos.

O antropólogo Sergio Carrara, coordenador do CLAM, ressaltou a importância do projeto e sua proposta inédita de enfocar temas ligados à sexualidade em sala de aula. “Trabalhar simultaneamente a problemática do gênero, da diversidade sexual e da raça e etnia, ou seja, abordar em conjunto, a misoginia, a homofobia e o racismo não é apenas uma proposta absolutamente ousada, mas oportuna e necessária”, disse ele. “Ao discutir tais questões com os professores brasileiros, busca-se contribuir, mesmo que modestamente, com a escola em sua missão de formar pessoas dotadas de espírito crítico e de instrumentos conceituais para se posicionar com equilíbrio em um mundo de diferenças e de infinitas variações”.

Carrara reafirmou o papel da escola na promoção do respeito às diferenças e do acesso de todos à cidadania. “Devemos compreender que, dentro dos limites da ética e dos direitos humanos, as diferenças devem ser respeitadas e promovidas e não utilizadas como critérios de exclusão social e política”.

Para ele, os educadores devem ir além da promoção de uma atitude apenas tolerante para com a diferença. “A vida só persevera, só se renova, só resiste às forças que podem destruí-la através da produção contínua e incansável de diferenças, de infinitas variações. As sociedades também estão em fluxo contínuo, produzindo a cada geração novas idéias, novos estilos, novas identidades, novos valores e novas práticas sociais. Se o curso contribuir um pouco para a formação de uma geração que entenda o caráter vital da diferença - pelo menos de algumas delas - já terá cumprido em grande medida seu objetivo”.

A fase presencial estende-se agora para os outros cinco municípios contemplados pelo projeto: acontece em Maringá (PR) entre os dias 15 e 17 de maio, onde serão capacitados 350 professores da rede pública estadual e municipal; em Niterói (RJ), nos dias 22 e 23 de maio; em Nova Iguaçu (RJ) 25 e 26; em Dourados (MS) 30 e 31 e em Salvador (BA) nos dias 1 e 2 de junho.

A fase online inicia-se em 5 de junho, para todos os municípios, com término em 01 de setembro.

 

Veja a íntegra da exposição de Sergio Carrara

Publicada em: 16/05/2006

voltar




IMS/UERJ - R. São Francisco Xavier, 524, 6º Andar, BL. E - 20550-013 - Rio de Janeiro - RJ - Brasil - Tel.: (21) 2568-0599